1 de mai de 2013

Recomeço

Bem, esse é um blog antigo e bobo, que eu tive que apagar todas as postagens, só deixei uma, que é um texto que eu ainda gosto, e claro, não foi eu quem escreveu.
Reativei, limpei e ajeitei, só pra ter onde registrar algumas coisas, como minhas mudanças de cabelo, meus filmes preferidos e algumas outras coisas que ainda não pensei. Ainda não sei qual meu objetivo com isso, até porque não faço questão que muita gente veja, eu só queria um espaço público, já que o meu tumblr eu gosto que fique longe de muita gente, por ser uma coisa mais sentimental.

Falando de mim porque sou egocêntrica e todos me amam:

Esse era o banner desse blog, quando eu usava.
E eu era assim:

(14/15 anos)

E essa sou eu hoje em dia, com 18 anos e cor de rosa:





Por enquanto é isso.

Fabi.

18 de abr de 2010

Seja um Idiota,

A idiotice é vital para a felicidade.
Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre.
A vida já é um caos. Por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado?
Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes,separações, dores e afins.
No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota!
Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você.
Ignore o que o boçal do seu chefe disse.
Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele!
Milhares de casamentos acabaram não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice.
Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.
Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo, soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?
Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana?
Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?
É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí, o que elas farão se já não têm por que se desesperar?
Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo.
Você quer? Espero que não!
Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa.
Brincar é legal!
Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.
Ser adulto não é perder os prazeres da vida e esse é o único "não" realmente aceitável.
Teste a teoria.
Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir...
Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração!
Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?


Ailin Aleixo